Você consegue lembrar-se da última vez que teve um desequilíbrio emocional, em que as crenças em si próprio e as suas capacidades se escapuliram?
Como é que conseguimos manter as crenças que temos em nós de forma a vivermos menos ansiosos e com mais alegria?